Post

Quais os motivos para levar seu filho ao Urologista regularmente?

Essa é uma pergunta recorrente de muitos pais e que gera dúvidas sobre o momento ideal das consultas com urologista iniciarem. Vamos então esclarecer algumas das dúvidas.

Alguns sinais podem mostrar que seu filho necessita ir ao urologista, como xixi na cama (enurese noturna), dores ao urinar, alterações físicas no órgão genital, dentre outras. O mais importante é que o acompanhamento iniciado cedo poderá evitar possíveis dores de cabeça no futuro, bem como o fato de manter seu filho saudável.

Os urologistas atendem as crianças, de ambos os sexos, desde a infância até a idade adulta. Além disso, o urologista atua tanto do ponto de vista de atendimento clínico, como também faz cirurgias de correção sempre que necessário.

Infância:

Pode-se esperar que a criança apresente incontinência, enquanto dorme (enurese noturna), até os cinco anos de idade. Durante o dia, crianças com mais de três anos que persistem incontinentes, devem ir ao urologista.

Outro assunto bem comum nesta fase é a descoberta da fimose. Fimose é a incapacidade de retrair a pele do pênis e conseguir ver a glande (cabeça do pênis) como um todo. Assim, opta-se pela circuncisão, que é o procedimento cirúrgico de extração desta “pele” excedente. Importante ressaltar que nem toda fimose precisa de circuncisão.

A consulta ao urologista nesta fase pode evitar doenças como a varicocele, que é a dilatação dos vasos do testículo que pode levar a uma redução da produção de espermatozoides e, no futuro, até causar infertilidade.

Adolescência:

É muito comum na adolescência surgirem os questionamentos sobre o corpo e, mais especificamente os meninos, sobre o tamanho do pênis, dimensão dos testículos, quantidade de pelos pubianos e no corpo, altura final, alterações na voz, presença de fimose, relação sexual e assim por diante.

Para as meninas, esta fase é caracterizada pelo aparecimento dos pelo pubianos e crescimento das mamas decorrente das alterações hormonais.

De acordo com uma pesquisa realizada pela revista VEJA (2019), as meninas, a partir da menstruação, já iniciam as consultas com ginecologista, ao contrário dos meninos que ainda demonstram resistência às consultas.

Sabemos que existe uma certa intimidação imposta pela sociedade pelo fato de meninos irem ao urologista, com a prerrogativa de certos exames serem mais íntimos. A consciência do cuidado com a saúde íntima, principalmente nos meninos, deve ser incentivada pelos pais.

O amadurecimento sexual ocorre na adolescência e, consequentemente, muitas dúvidas surgem. O urologista pode auxiliar em todos estes assuntos, mostrando a importância do uso do preservativo, da prática do sexo com segurança, de aspectos simples como o fato de que o controle da ejaculação, bem como o esclarecimento de várias dúvidas do jovem das fases diferentes que ele vai atravessar.

A visita ao urologista permite diagnosticar e tratar precocemente muitas doenças.

Meninas devem ir ao urologista?

Todos assuntos relacionados ao trato urinário, como bexiga, rins e uretra, são tratados pelo urologista, para ambos os sexos.

As meninas, após os 6 meses de idade, têm mais incidência de infecções urinárias do que os meninos, segundo o site Urologiainfantil.

Infecções urinárias devem ser tratadas rapidamente a fim de evitar maiores complicações ao organismo, devido às bactérias decorrentes destas.

A incontinência urinaria, bexiga hiperativa, cistite e pedra nos rins são doenças muito comuns nas meninas.

Algumas doenças urológicas já ocorrem no nascimento e podem ser tratadas na infância, podendo dar (ou não) consequências futuras na vida adulta.

Curiosidades:

Uma pesquisa interessante realizada pelo Centro de Prevenção e controle de Doenças dos EUA, realizada em 2019, mostrou que cerca de 80% das consultas médicas ao ginecologista são feitas por mulheres dos 15 aos 44 anos como forma de prevenção. Já se tratando do público masculino, este percentual cai para 16% dos homens que procuram o urologista como forma de prevenção.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia, o urologista ainda é visto como “um homem mais velho que cuida da próstata”. Daí surge a necessidade de incentivar o jovem no cuidado de sua saúde íntima desde cedo, como forma de prevenção.

Assim como as mulheres têm uma relação de confiança com seus ginecologistas, que servem de referência para a saúde, o urologista também pode dar orientações importantes para a saúde desse jovem.

É muito importante a consulta regular ao seu urologista.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Dr. Filipe Madeira Possui graduação em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2010). Atualmente é Cirurgião Geral – Plantonista no Hospital São Camilo de Esteio. Tem experiência na área de Cirurgia Geral, com especialização em Urologia; Especialização em Urologia pelo Grupo Hospitalar Conceição em 2018 (Porto Alegre – RS); Curso de especialização em vídeocirurgia urológica pelo IRCAD América Latina.

Contato

Filipe Madeira - Doctoralia.com.br